"A lei é a força colocada a serviço da sociedade para o benefício de todos"
Cesare Beccaria 

 

Dilma Rousseff e a nota do PT sobre o julgamento do mensalão

A cada dia, em função dos atos e palavras, me surpreendo, para pior, com a capacidade do PT em se complicar, e cavar o próprio buraco.

Ou, a incapacidade de conviver democraticamente em um Estado Democrático de Direito, como o é o Brasil.

Por inconseqüente, é o caso da nota oficial divulgada pelo Partido dos Trabalhadores, e sem o conhecimento, e a aprovação(?) prévia da sua estrela maior, Dilma Rousseff. Na realidade a intempestiva nota revela a briga que acontece nas entranhas do PT, entre as diversas facções do partido.
José Mesquita – Editor


Dilma avisa que “não é palhaça” e condena PT por divulgar, sem consultá-la, manifesto radical contra STF
“Eu não sou palhaça! Eu não sou palhaça!”
.

Esta foi a reação irada da Presidenta Dilma Rousseff, quarta-feia à noite, ao ver no Jornal Nacional a pancada editorial dada pela Rede Globo no manifesto “O PT e o julgamento da Ação Penal 470”.

A raiva de Dilma, alegando que não era palhaça, foi verbalizada ao presidente do PT, Rui Falcão. Ela se sentiu traída pela Executiva Nacional (Socialista) do PT porque não foi informada do teor da nota partidária antes de sua divulgação. Dilma só soube pela imprensa, e odiou o conteúdo.

Dilma fez reclamação parecida contra os dirigentes petistas em ligação ao ex-presidente Lula da Silva.

Além de Falcão, quem também teria tomado uma bronca até mais incisiva de Dilma foi o ex-Secretário de Comunicação da Presidência, na gestão Lula.

O jornalista e hoje consultor Franklin Martins teria sido um dos principais autores do manifesto petista contra o Supremo Tribunal Federal.

Dilma avalia que o raivoso documento petista tem tudo para atrapalhar as relações nada fáceis de seu governo com o Judiciário.

Ainda mais com o ministro Joaquim Barbosa próximo da assumir as presidências do STF e do Conselho Nacional de Justiça, pelos próximos dois anos. Por isto, certamente, Dilma já fez questão de vazar, internamente, que nada tem ou teve a ver com o manifesto que afronta a soberania do STF.

A divulgação do manifesto sem Dilma saber antes do teor é apenas mais um capitulo da guerra surda entra dirigentes petistas e a Presidenta.

A militância comandada por José Dirceu não se relaciona bem com Dilma – e vice-versa.

A petralhada não gosta da independência da sucessora de Lula em relação a eles. Inclusive, temem que Dilma aproveite as condenações no processo do Mensalão como desculpa para se descolar das lideranças petistas e do próprio partido.

Nos bastidores de intrigas, uns até apostam que Dilma, na hora que for conveniente para ela, sai do PT e se filia ao PDT e ao PMDB.

Aliás, o ex-marido dela, Carlos Araújo, já está voltando para o partido do falecido Brizola, depois da vitória pedetista para a Prefeitura de Porto Alegre.
Por Jorge Serrão – serrao@alertatotal.netblog Alerta Total 

Arquivado em: Ações judiciais, Ações Penais, Brasil, Corrupção, Direito, Partidos Políticos, STF
Publicado em 18 de novembro de 2012 às 07:11 por José Mesquita

Termos: , , , , , , , , ,

Deixe seu comentário

Publicidade

Mais Visitados

Comentários

Termos

Leituras Recomendadas

Sites Recomendados

Copyright © 2016 Lei & Ordem. Direitos Reservados.

Tech Blue designed by Hive Designs • Ported by Free WordPress Themes