"A lei é a força colocada a serviço da sociedade para o benefício de todos"
Cesare Beccaria 

 

BuscaPé, líder em comparação de preços na América Latina

Lei mais severa para quem quem beber e dirigir

Embora seja confessadamente um “apreciador de uma cachacinha”, o Presidente da República editou, no que fez muito bem, uma Medida Provisória destinada a punir com extremo rigor quem for flagrado dirigindo, com qualquer teor de álcool no sangue.

Certamente, os brasileiros, assistiremos a uma diminuição significativa de acidentes nas estradas federais. Hoje, nas estradas brasileiras, morrem 65 mil pessoas/ano, sendo que em 50% desses acidentes, são causados por motoristas alcoolizados.

O Globo

Agora é tolerância zero para álcool e direção. Lei que prevê perda da habilitação para quem for flagrado dirigindo com qualquer teor alcoólico no sangue é sancionada.

A partir de hoje, o motorista que tiver bebido qualquer bebida alcoólica, mesmo uma latinha de cerveja, e for flagrado dirigindo poderá perder a habilitação, além de pagar multa de R$ 955.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou a lei que proíbe a venda de bebidas nos trechos rurais das rodovias federais e determina que não será aceito qualquer teor alcoólico no sangue dos motoristas em qualquer via. Até então, havia tolerância a até 0,6 gramas por litro, o que correspondia a aproximadamente duas latas de cerveja.

Agora, a tolerância é zero.

A nova lei considera a lesão corporal provocada por motorista que dirigir embriagado como crime doloso. O uso do bafômetro também será obrigatório, e o motorista que se recusar a fazer o teste poderá pagar uma multa também de R$ 955, além de ter a carteira suspensa por um ano. A sanção da lei ocorreu durante a abertura da 10ª Semana Nacional Antidroga, no Palácio do Planalto.

A medida provisória transformada em lei altera o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci).

Arquivado em: Legislação, Medidas Provisórias
Publicado em 23 de junho de 2008 às 09:06 por José Mesquita

Termos: , , , , , , ,

One Response to “Lei mais severa para quem quem beber e dirigir”

  1. Em padre claudinei targino comentou:

    Eu tenho uma idéia melhor para diminuir o numero de acidentes de transito, vamos criar uma lei muito rígida onde qualquer cidadão possa dar vós de prisão para aqueles que roubarem o dinheiro publico que seria destinado à construção, reforma e manutenção de estradas bem como a segurança das mesmas, alem disso a cada real roubado que fossem devolvido dois retirados do patrimônio pessoal do autor e essas verbas fossem auditadas publicamente alem de pena de cinco a dez anos de reclusão, e julgamento como crime hediondo para o roubo do dinheiro público, bem leis como essa ninguém faz, eu ando pelas ruas e vejo a quantidade de radares que existem por ai espalhados por todos os lugares para gerarem multas que muitas vezes são até injustas outro dia eu fui multado dirigindo a 45 km por hora enquanto meu carro passa por ruas esburacadas sem sinalização, enquanto nos hospitais pessoas morrem sem atendimento medico, por outro lado é gasto fortunas com a compra de radares de ultima geração, será justo esse tipo de lei que vai prender um padre por ter celebrado uma missa, pois a dois mil anos se celebra missas utilizando vinho e depois que o padre celebrar a missa infelizmente se haver alguém morrendo ele não poderá pegar o próprio carro e ir até o hospital dar uma extrema unção, leis como essas são criadas enquanto verdadeiros crimes ocorrem debaixo das narinas daqueles que as criaram enquanto milhares de pessoas morrem por falta de atendimento em hospitais, por falta de manutenção nas estradas, por falta de segurança, por falta de infra estrutura nas grandes cidades enchentes invadem casas, como em São Paulo,crianças ficam sem escolas e assim por diante simplesmente porque não temos uma lei rígida o bastante que não coloca na cadeia os verdadeiros assassinos em massa que matam com a corrupção roubando o dinheiro publico,isso é uma vergonha e não um motivo de orgulho, e a maior vergonha ocorre quando a imprensa passa esse tipo de lei como um ato de heroísmo ao invés da imprensa estar ajudando o povo a fiscalizar o que é feito com o dinheiro que é arrecadado com as multas e com os impostos que é roubados do próprio povo esse tipo de cobertura não é jornalismo na minha opinião isso não passa de hipocrisia para esconder a verdade

    Padre Claudinei Targino

Deixe seu comentário

Arquivos

Comentários

Artigos Recentes

Leituras Recomendadas

Sites Recomendados

Oferta Imperdível!


Copyright © 2009 Lei & Ordem. All rights reserved.

Tech Blue designed by Hive Designs • Ported by Free WordPress Themes