"A lei é a força colocada a serviço da sociedade para o benefício de todos"
Cesare Beccaria 

 

BuscaPé, líder em comparação de preços na América Latina

Pimenta Neves: STJ reduz pena do jornalista que assassinou a namorada

Por Virna Macedo

A pena do jornalista Antônio Marcos Pimenta Neves foi reduzida em três anos pela 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça. Em primeira instância, apenado em 19 anos e dois meses pelo Tribunal de Júri, Pimenta Neves é réu confesso da morte da sua ex-namorada e também jornalista Sandra Gomide, em agosto de 2000.

Posteriormente, o Tribunal de Justiça (TJ) de São Paulo reconheceu a atenuante de confissão espontânea e diminuiu a sentença para 18 anos. Na terça, dia 02, por unanimidade, o STJ manteve o julgamento do Tribunal do Júri de São Paulo que era contestado em um recurso pela defesa do jornalista, mas baixou a pena para 15 anos.

Em época de comemoração de dois anos da Lei Maria da Penha, em agosto de 2006, é de se surpreender que o STJ abrande uma pena de violência contra a mulher.

Sandra, então com 32 anos, foi assassinada com dois tiros em 20 de agosto de 2000, em um haras na cidade de Ibiúna (64 km a oeste de São Paulo). O laudo do IML (Instituto Médico Legal) revelou que a vítima foi baleada nas costas e na cabeça.Pimenta Neves, que deixou o haras após o crime, teve a prisão decretada no dia seguinte e confessou o crime. O motivo do assassinato teria sido o fim do relacionamento entre os dois.

Arquivado em: Brasil, Código Penal, Código de Processo Penal, Códigos, STJ, Sentenças, Tribunais
Publicado em 5 de setembro de 2008 às 07:09 por José Mesquita

Termos: , , , , , ,

Deixe seu comentário

Arquivos

Comentários

Artigos Recentes

Leituras Recomendadas

Sites Recomendados

Oferta Imperdível!


Copyright © 2009 Lei & Ordem. All rights reserved.

Tech Blue designed by Hive Designs • Ported by Free WordPress Themes