"A lei é a força colocada a serviço da sociedade para o benefício de todos"
Cesare Beccaria 

 

Repúdio à visita do presidente do Irã Ahmadinejad

É compreensível o repúdio da comunidade judaica à visita do presidente do Irã Ahmadinejad ao Brasil.

Ahmadinejad prega a aniquilação de Israel, o que é inaceitável.

Sob o comando de Ahmadinejad, o governo do Irã, secretamente para evitar protestos, enforcou uma jovem artista plástica de 23 anos, condenada por um crime, cujas provas periciais indicam que ela não cometeu o crime.

Os judeus, os democratas e os humanistas, têm todo o direito, e o dever, de repudiarem, pacificamente, a visita do “himileriano” presidente anti-semita iraniano.

O Brasil é um país democrático, membro da ONU e obedece às normas diplomáticas internacionais. O Presidente do Irã é o chefe de um estado com o qual o Brasil, e mais centenas de outros países, matêm relações diplomáticas.

O Irã é um estado assassino, sensório, que enforca homossexuais e quaisquer outros dissidentes.

Portanto, não é compreensível que o Brasil receba com deferências exageradas, além das meramente exigidas pela diplomacia, um dirigente incendiário, que nega o holocausto e prega a aniquilação do Estado de Israel, o único país democrático na conturbada região do oriente médio.

O editor

Leia também:

Arquivado em: Brasil, Comportamento, Direito Internacional, Discriminação, Genocídios, Preconceito, Racismo
Publicado em 3 de maio de 2009 às 11:05 por José Mesquita

Termos: , , , , , , , , , , , , , , , ,

One Response to “Repúdio à visita do presidente do Irã Ahmadinejad”

  1. Em abrahao comentou:

    Presidente Ahmadinejad do Irã visita o Brasil…okokokokokoko

Deixe seu comentário

Arquivos

Comentários

Artigos Recentes

Leituras Recomendadas

Sites Recomendados

Oferta Imperdível!


Copyright © 2009 Lei & Ordem. Direitos Reservados.

Tech Blue designed by Hive Designs • Ported by Free WordPress Themes