"A lei é a força colocada a serviço da sociedade para o benefício de todos"
Cesare Beccaria 

 

STF e cotas raciais

O voto mais chinfrim dado no STF sobre a ADI das cotas raciais foi disparadamente, a meu sentir, a do ministro Lewandowski.

Argumentou, entre outras “boutades” politicamente corretas, ARGH!” que “o princípio da igualdade evoluiu do simplesmente declaratório para a fase em que se trabalha para a construção de um país menos desigual.”

Uáu! Caldo de xuxú! Pelo verbo de sua (dele) excelência o mérito será linear.

Como disse Oscar Wilde, “As boas intenções têm sido a ruína do mundo. As únicas pessoas que realizaram qualquer coisa foram as que não tiveram intenção alguma.”

A China investe maciçamente em educação de base com o intuito de preparar as gerações futuras.

O Brasil como sempre tenta dar um “jeitinho”.

A verdade sobre a questão é uma só: havendo excelência na educação de base, as cotas tornam-se desnecessárias, pois TODOS estarão competindo em pé de igualdade.

O sistema de cotas é demagogo.

É um procedimento tão insano como tentar enxugar gelo.

Sofismam séculos de desgovernos e descaso institucional para com a educação pública.

Ps. Faltam cotas para obesos, não cabem nas carteiras escolares, videntes, impedidos de fazer provas por acusação de saber por meios incomuns os gabaritos das provas, marcianos, por não apresentar atestado local de residência…


Arquivado em: ADI, Brasil, Constituição Federal, Direito, Educação, Julgamentos, Racismo, STF
Publicado em 30 de abril de 2012 às 12:04 por José Mesquita

Termos: , , , , , ,

Deixe seu comentário

Publicidade

Mais Visitados

Comentários

Termos

Leituras Recomendadas

Sites Recomendados

Copyright © 2016 Lei & Ordem. Direitos Reservados.

Tech Blue designed by Hive Designs • Ported by Free WordPress Themes