"A lei é a força colocada a serviço da sociedade para o benefício de todos"
Cesare Beccaria 

 

STF instaura ação penal contra Paulo Medina, do STJ

Paulo Medina, ministro afastado do STJ, passou de acusado a réu.

O STF aceitou a denúncia feita contra Medina pelo Ministério Público.

Com isso, abriu-se formalmente uma ação penal. Deu-se nesta quarta (26).

Medina responderá por dois crimes: corrupção passiva e prevaricação.

A denúncia mencionava um terceiro delito: “formação de quadrilha”.

Mas o Supremo entendeu que, nesse ponto, não há indícios suficientes.

Junto com Medina, tornaram-se réus outros quatro acusados:

O desembargador José Eduardo Carreira Alvim, o juiz federal Ernesto da Luz Pinto…

…O procurador regional da República João Sérgio Leal Pereira e o advogado Virgílio Medina, irmão do ministro do STJ.

Pressionando aqui você chega a um texto em que são relacionados os crimes imputados a cada um.

O STF rejeitou o pedido de prisão dos acusados. Entendeu que não é justificável.

O tribunal acatou a solicitação de afastamento dos magistrados até o julgamento do caso.

Nessa matéria, a situação de Paulo Medina mantém-se inalterada. O ministro está afastado do STJ desde 20 de abril de 2007.

Longe da cadeira, mantém-se grudado, porém, à folha de pagamentos.

Recebe normalmente o salário mensal de R$ 23,2 mil. Desde o afastamento, levou ao bolso R$ 440,8 mil.

blog Josias de Souza

Leia também:

  • Ministro do STJ suspeito de corrupção exige regalias
    STF: Medina quer usar carro oficial e receber passagens O ministro afastado do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Paulo Medina, acusado de prevaricação e corrupção passiva, contesta no Supremo Tribunal Federal (STF) decisão que o...

  • Senador Raupp indiciado em ação penal pelo STF
    Maioria dos ministros do STF vota por processar Raupp Senador é acusado de ter desviado recursos de empréstimo quando era governador de Rondônia A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votou ontem pela...

  • Voto de Ministro vira ato contra recursos protelatórios
    Brasil: da série “O Brasil que dá certo”! Pelo exemplo abaixo, fica patente que o bom senso pode contribuir para que a justiça no Brasil, funcione melhor atendendo, assim, ao princípio da economia processual e...

  • Ministro do STF nega pedido de reabertura de ações contra Sarney
    Foi um embate da água contra o rochedo — caseiro Francenildo X Palocci. Aliás, Palocci teve direito a advogado de defesa para fazer sustentação oral na sessão do STF, e o caseiro teve negado esse...

  • STF e STJ acumulam 488 ações contra ‘autoridades’
    As duas cortes máximas do Judiciário brasileiro, acumulam a notável quantia de 488 processos contra autoridades. São pessoas beneficadas pelo chamado privilégio de foro. Diferentemente dos brasileiros “comuns”, não podem ser julgadas por magistrados de...

Arquivado em: Brasil, Comportamento, Corrupção, Direito Constitucional, Julgamentos, Justiça, Juízes, Poder Judiciário, STF, STJ, Tribunais
Publicado em 27 de novembro de 2008 às 08:11 por José Mesquita

Termos: , , , , , , , , ,

Deixe seu comentário

Arquivos

Comentários

Artigos Recentes

Leituras Recomendadas

Sites Recomendados

Oferta Imperdível!


Copyright © 2009 Lei & Ordem. Direitos Reservados.

Tech Blue designed by Hive Designs • Ported by Free WordPress Themes